domingo, 14 de novembro de 2010

A Música


As pessoas diariamente ouvem músicas. São sons, de todos os tipos e gêneros. Perigosamente hoje eu escrevo. As pessoas gostam do que ouvem, e quando não gostam, ouvem mesmo assim. Porque há alguns que gostam de determinados tipos. Há momentos que não conseguimos nos desvencilhar dos sons. Quanto mais tentamos, mais nos fixamos e mais ouvimos. Os sons, particularmente as músicas, nos remetem, geralmente, ao passado, a lembranças. Situações que foram vividas, e que particularmente tal música se estendeu sobre nosso estado de espírito. Hoje em dia, os vários gêneros viraram monotonia. Há músicas, que não refletem nada. Minha acidez não é falha quanta a isso. Eu digo o que gosto e o que não gosto. Sou um exímio questionador sobre as músicas em descobrir o que tal som reflete naquele momento, naquela época. Muitas músicas não refletem nada. Talvez a ação de um momento. Não buscam algo maior. Antigamente, as músicas buscavam algo maior. Mesmo que sem letra nenhuma. Hoje, virou sinônimo , perdoem-me, de burrice artística. Muitas músicas não idolatram nada, e só são feitas para serem vendidas a massas. Eu também gosto de algumas que são assim, porque quando você ouve repetidamente pela maioria da população, seu cérebro tende a guardá-la. Mas meu coração debate-se contra esse insulto a ele, e diz-me que nasci na época errada das músicas. Que ele gostaria, muito mais de um clássico derramando-se sobre Katy Perry. Exploro pianos, e investiga aquele som, que desperta mais sentimento e emoção. Que faz sentido. Que não ouve por ouvir. Que há um destino e história a realizar. Meu coração declama que ele tem vários estilos, mas que rap e derivados, não é um deles. Machuca meus ouvidos, e machuca principalmente, o meu gosto pela arte. Mesmo que arte seja reconhecer também, aquilo que não é.


Por: Dan Mello

34 comentários:

  1. Oi, querido!!
    Obrigada pela visita lá no meu recanto!
    Nossa, que post super interessante!
    Compartilho de suas ideias... "a música é a expressão dos diversos afetos da alma", diz uma conceituação dessa arte...
    Costumo dizer que meu nascimento é um erro geográfico e histórico. kkk
    Mas vamos aproveitando as músicas boas!

    Beijos lilases!

    Álly
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Dan,


    A música pra mim é a poesia falada ...
    Quanto aos gostos , esses eu os deixo à cada um .


    BjãO!

    ResponderExcluir
  3. Olá Dan !
    A música faz parte das nossas fases,das nossas descobertas...
    Quando ouvimos um som que nos chama a atenção,é um delírio, pois mexe com a nossa alma.
    Também acho que nasci na época errada...
    As músicas dos anos 70 tinham uma história pra contar, guerras e blá blá..rs
    Não descartando as músicas de hoje, tem muita boa música no nosso mundo...
    A música marca a nossas fases..
    Beijos na Alma

    ResponderExcluir
  4. Dan,
    a música é a manifestação do artista, que sente necessidade de tocar o mundo com seus sentimentos e idéias, infelizmente, as mídias não são preocupadas com a arte, mas sim, com a grana que podem tirar. Juntam-se aos caras que se dizem compositores e q tb são uns oportunistas e fazem essas coisas descartáveis, mas que vendem milhões de cópias, pq possuem o poder da mídia que faz uma espécie de lavagem cerebral no povo. Temos bons trabalhos, boa gente fazendo música de qualidade, mas todos são independentes, pq no mercado fonográfico, só entra restos.
    Bjs e boa semana

    ResponderExcluir
  5. A música é a poesia declamada da maneira mais transcedental...

    "Quando estou a cantar viajo
    No compasso da canção.
    Musica me preenche a alma,
    E renova o coração.

    Em estrofe e pausa,
    Ela transmite emoção.
    Sem ela eu não vivo,
    Ela é a minha razão.

    Quando então a escuto,
    Logo começo a pensar.
    Em apenas um minuto,
    Lembro-me do seu olhar.

    Em seu espaço quando
    Não esta a poetar, sinto;
    Que me falta um pedaço sem
    Sua poesia a me encantar.

    Saudade e amizade
    Cantar e sonhar!
    Tudo na harmonia da
    Musicalidade, tudo é amar."

    (Rosely)

    BOM FERIADO!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá Dan, fiquei feliz que tenha gostado dos selos.
    Gostei do texto, pois ele me reflete de uma forma!
    Eu acho que nasci na época errada! rs
    (eu gosto muito de musicas antigas).
    E esse sons de hoje não me atraem u.u

    Bju

    ResponderExcluir
  7. Bela reflexão, caro amigo, e o teu blog é cheia delas! Tbm concordo com vc, ultimamente no Brasil o "lixo musical" está em alta! E eu acredito muito que a música que vc ouve é diretamente proporcional ao seu nível intelectual, daí eu me preocupo quando percebo as pessoas escutando coisas como: "As cachorras, bicicletinhas e cia"... Abraço!

    ResponderExcluir
  8. DAn,
    olha, estou no teu barco, as vezes tenho a sensação de que nasci na época errada...
    Mas hoje, felizmente, ainda há sim bons músicos e bons compositores, pena que a própria mídia não divulga, muitas vezes são músicas que exigem, no mínimo, um ouvindo musical (apurado ou atendo) e isso não se adquire ouvindo "créu"... gosto de alguns clássicos, alguns contemporâneos, só não ouço mesmo o que fere os meus ouvidos e algumas vão além, substimam nossa inteligência (não digo de gênio, falo do básico, do ser "ser humano")

    bom, não ou me estender mais, senão faria um sub post rsrrs

    uma ótima semana
    bjãO

    ResponderExcluir
  9. Dan,
    Sabes que gosto muito quando me visitas? Eu gosto!Gosto de vir aqui e ler teus textos, muitas coisas eu queria ter escrito de tão lindo que acho.
    Eu particularmente sempre digo que já nasci velha.Apenas porque tenho essa nostalgia antiga das coisas.

    Beijo menino.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  10. Que Deus te abençoe com bençãos sem medida!
    Sejas feliz neste dia e em todos os demais,boas energias!
    Abraços,
    Mari

    ResponderExcluir
  11. Oi Dan,
    Adoro um boa musica.
    Engraçado que sempre coloquei musica no blog e nunca ninguém reclamou. Essa que esta lá acho que é bem a cara do blog...

    Parabéns pela escolha do tema.
    Te deixo beijos
    PS:Adorei você ter voltado por lá.

    ResponderExcluir
  12. Oi Dan, vc tá bem?
    Menino, eu sou meio q movido a música, rs.
    E realmente, tem algumas que são uma coisa, por mais que a gente tente evitar escutar, acabamos sendo obrigados a tal.
    Eu tenho algumas que me fazem lembrar de momentos especiais, rsrs.
    Ai, tomara que seja realmente um sucesso a campanha, espero que vc possa estar ajudando a divulgar ela.
    Um bjo menino

    ResponderExcluir
  13. em termos de música, sou fiel a mim: não escuto o que não gosto!

    sons são mesmo ricos e fazem parte de toda nossa história.

    bjs meus

    ResponderExcluir
  14. Querido Dan,


    gosto de música em geral. Mas é claro que para ouvir tenho as minhas preferências.

    Beijos e uma linda semana, amigo.

    ResponderExcluir
  15. Deixo aqui duas sugestões de blogs nos quais participo e vc será muito bem-vindo!

    http://contraculturaparaty.blogspot.com/

    http://repousodasletras.blogspot.com/

    Bjo,
    Álly

    ResponderExcluir
  16. Eu sou suspeita para falar, por amo música! Bju

    ResponderExcluir
  17. Nossa Dan, falar de música, pra mim, é quase como descrever minha própria vida, a todo instante. Cada momento, cada segundo, cada novo sentimento, sempre existe uma canção que me inspira, que envenena o meu ser.

    Costumo dizer que minha vida é movida pela música. Quando quero expressar meus sentimentos mais insanos e eufóricos me utilizo da música para fazê-lo. Tenho uma - ou mais de uma - para representar cada emoção - ou frustração - que sinto. Me prendo entre o rock e o pop/rock - e apenas algumas exceções. Em sua maioria músicas internacionais - consigo sentir muito mais a melodia fluindo dentro de mim na língua Inglesa, a qual tanto admiro.

    Ótimo post. Viva à Música!

    Abração, até mais.

    ResponderExcluir
  18. oi dan.
    bem... a música pra mim é mais do que um sentido , ela é uma energia inesgotável e dinâmica, além se ser um tesouro para os que sabem onde encontra-la.

    abraço-te.

    ResponderExcluir
  19. Querido Dan...
    Fizestes uma bela reflexão sobre a música. Adorei!

    Eu penso que a música é algo muito nobre, que pode ser capaz de transformar a vida de alguém por um simples verso, por um refrão. Admiro muito a capacidade dos bons artistas, que compões divinamente músicas inspiradoras e consistentes.

    Fico triste, também, por estarmos vivendo em uma época em que a música está sendo somente utilizada como uma ferramenta econômica. Isso é deplorável!

    Grande abraço.

    P.S.: Gostaria de agradecer pelo seu carinho no meu blog, por você estar sempre me acompanhando e deixando suas lindas palavras em cada comentário. É uma honra poder estar contigo aqui.

    ResponderExcluir
  20. Há música boa e má em todos os géneros. E o rap não é excepção. Não gosto muito desse tipo de música, mas há bom rap. Se puder, veja algumas letras e vai ficar surpreendido...
    No resto, estou de acordo com o que diz neste bom post.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  21. Bom, música ruim sempre existiu... cabe a nós escolher o que ouvir, hehe.
    Abraço

    ResponderExcluir
  22. Não gosto de rap por dois motivos: arranha meus ouvidos e é machista!

    Lhe desejo um agradável Dia do Homem, que se comemora pela primeira vez.

    ResponderExcluir
  23. Pois bem, é necessário especificar que tipo de rap. Alguns são realmente bons, são um verdadeiro tapa na sociedade, nos fazem engolir a realidade e tal e coisa. Mas confesso que ouvir é monótono demais pra meus ouvidos também. Música? Gosto de vários estilos, um para cada uma de mim.

    Adorei o blog, volto mais vezes.
    Fica o convite pra conhecer minha casa-blog, embora ultimamente a melancolia tenha me sequestrado.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  24. Dan, amigo querido,

    Passei pra te desejar um ótimo fds.
    Bjão

    ResponderExcluir
  25. Estou no Repouso das Letras!
    Venha me ver!

    http://repousodasletras.blogspot.com/2010/11/ao-final-do-dia.html

    Beijos, querido rapaz!

    ResponderExcluir
  26. Olá, meu caro amigo Dan!
    Tenho um presente para você: http://ideoilogico.blogspot.com/2010/11/selinho.html
    Espero que goste, querido.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  27. muito obrigada mesmo, passa também pelo meu blog de fotografia :)

    gostei muito, musica para mim.. é VIDA *.*

    beijinho *

    ResponderExcluir
  28. Dan, seja bem vindo ao meu espaço.

    Tenho outro Blog, relacionado a crônicas, prosa e poesia:

    Blog da Michele
    http://michele-dos-santos.blogspot.com/

    Já estou te seguindo. Abraço

    ResponderExcluir
  29. Eu, como um bom músico respeito e admiro todas as formas de música, não quer dizer que eu goste de todos os estilos, porém eu respeito

    ResponderExcluir
  30. Meu Amado e Querido Dan...

    Quantas saudades de vc! Eu estava muito doente... sem conseguir sair da cama, por isso me ausentei! Tive momentos dificieis... mas, já passou!

    Venho revigorar-me ao seu lado... ver sua face... e sua pouca barba... rs. Dizer que te gosto muito e que senti falta de ti!

    Vc já faz parte da minha vida! Deixo meu beijo doce e carinhos pra vc!

    Sua Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  31. Fui ler o seu post.

    Sabe Dan... tbm considero uma agressão aos meus ouvidos certas "músicas"! Amo ouvir Djavan! Adoro internacionais românticas... bem antigas! Phill Collins, Queen, Scorpions, e outros! Aprecio MPB... enfim gosto de música que faça minha alma vibrar e meu coração sentir!

    Parabéns pelo post!
    Beijo com carinho
    Sil
    Sempre aqui

    ResponderExcluir
  32. Oi Dan
    Obrigada pela visita e pelo comentário tbém acho eles lindos mas um pouco sem graça rsrsrs.
    Amo musica escuto tanto no meu celular quanto no pc pra mim musica é viver, então musica de filme eu amo.Bjs e bom domingo

    ResponderExcluir
  33. Penso que este tipo de comportamento seja devido a mascaras socias que acabamos tendo, para ser o melhor e por ai vai...

    Fique com Deus, menino Daniel Mello.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  34. Eu já fui bem restrito quanto ao meu gosto musical, mas depois que entrei no submundo universitário (rsrs) comecei a ouvir todo tipo de drogas e me tornei mais eclético e tolerante.

    Mas isso não quer dizer, contudo, que deixei de ouvir e gostar de música de qualidade que eu escutava antes, não, mas aprendi que cada ocasião requer um tipo de música específica. Por exemplo, adoro Ana Carolina, Zeca Baleiro, Vinícius de Morais, Adriana Calcanhoto, Nando Reis e Luiz Gonzaga. Mas já imaginou escutar vinícius de Morais numa festa, ou numa boate? Seria no mínimo estranho, acho que o próprio Vinícius ia se debater no caixão dele.

    Então eu concordo que tem certas músicas que pelamordeDeus, não tem conteúdo, não tem letra, não tem qualidade, mas é que às vezes o que importa é o ritmo, o som, como um techno que embala uma balada ou uma música clássica que ilustra um jantar romantico.

    "Cada ocasião requer um som específico."

    ResponderExcluir