domingo, 30 de janeiro de 2011

Past

Passado bom

Diversas vezes tentei compreender
suas loucuras e atrocidades
tentei me converter a sua religião
e até dizer que suas maldades eram bondades

Por loucura, venci o medo por amor
Joguei as cartas de baralho só por sorte
Não sabia até onde chegaria por você
Mas com certeza era algo além da morte

Um sorriso está brotando de meus lábios
porque hoje sinto um enorme alívio e paz
não enxugo mais suas porcarias no meu assoalho

Nem aguento suas palavras de tom audaz
hoje com cordões de ouro minhas rosas entalho
e me alegro em lembrar que não te tenho mais.

Dan

P.S. Mais um dia de poesia galera...reflitam.

33 comentários:

  1. Alguns passados só serve de escada para algo melhor...

    Fique com Deus, menino xará Daniel.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Dan querido, já estava com saudades dos seus textos!
    Que intenso... lindo! Sempre vale mais a pena sermos sempre nós mesmos... Porque nem todo mundo vale a pena, né? E, no final, vamos o quanto ganhamos ao estarmos longes de algumas dessas pessoas... Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  3. Olha, adorei essa, viu?! Continua assim! Bju

    ResponderExcluir
  4. Dan...

    Me vi dentro dos seus versos. Quero me sentir assim urgente! Feliz por não precisar mais de "alguém"... e que tudo possa se tornar "bom" em um passado sepultado que fará nascer rosas em meu jardim.

    Adoro a acidez de suas poesias!

    Te deixo meus doces beijos! Tenha uma semana de paz e alegrias!

    Sil
    Sua e sempre

    ResponderExcluir
  5. só por amor temos momentos de loucura, só o amor permite a loucura.

    ResponderExcluir
  6. Dá mesmo para reflectir... o que em tempos pensavamos ser o melhor...deixa de nos parecer assim...

    ResponderExcluir
  7. Dan, querido,

    Bom encontrar a poesia de mãos dadas com vc.
    Uma semana de mta luz,
    Bjão

    ResponderExcluir
  8. Ei Dan,
    Encontraste a melhor parte, quando o outro já não é mais necessário, quando magoou, mas não magoa mais...
    Achei essa frase bem forte e confesso que gostei "um bocado dela": "não enxugo mais suas porcarias no meu assoalho".

    Beijos e boa segunda.

    ResponderExcluir
  9. Eu sei bem o que é você apostar todas as suas cartas numa unica pessoa, você doar todo o seu sangue sem pedir nada em troca, você... dar o seu melhor, mudar seu mundo e esquecer que existe, vivendo pura e simplesmente pela pessoa amada...

    E depois você tropeça! Cai de cara num chão de cacos afiados e prova da realidade que algum dia foi ofuscada pelos sentimentos. Sentimentos que, por mais doloroso que seja o desfecho, foram quase inocentes, verdadeiros.

    E no passado ficam as lembranças, boas ou ruins, mas que servem de baluarte para o delicioso futuro que nos é reservado, apenas aguardando para ser vivido. Se sofremos hoje, é porque merecemos coisa melhor, coisas que ainda estão por vir.

    Fica com Deus Dan.
    Abração, ate mais!

    ResponderExcluir
  10. Eu gostei. Vale muito a pena passar aqui e ler suas poesias. Mas não entendi! É pra refletir sobre a poesia ou sobre VOCÊ estar postando poesias? Haha.

    ~Até a próxima, amigo.

    *DB*

    ResponderExcluir
  11. Essa eu tive que twittar, disse tudo que estava entalado aqui. Muito bom.

    ResponderExcluir
  12. Dan Querido!

    Tão fascinante é ter suas palavras em minha vida, meus olhos ao le-las brilham! Meu coração vibra... e minha mente declara "paz"! Bom saber que meus pequenos versos cabem tão bem em sua alma...! Gosto das suas indagações... elas me remetem a um futuro incerto, porém cheio de esperança!

    Suas letras combinadas, formando aquelas frases, são como rosas douradas a florirem meu jardim! Por quanto tempo ainda... me for permitido estar contigo nesse caminho silencioso das palavras... eu faço questão de deixa-las aqui... e espero sempre que vc deixe as suas lá!

    É o que temos! É o que pode nos salvar!

    Beijos doces... ácidos carinhos pra ti!

    Sua e sempre
    Sil
    Com amor

    ResponderExcluir
  13. oi DAN
    acho digno e muito bem elaborado ...saudades de visita-lo, a propósito, obrigado pela visita.

    abrção!

    ps: ou fiquei demasiadamente fascinado pelo poema ou tem pontinhos brilhantes no seu blog? rsrsrs

    ResponderExcluir
  14. Acabei de voltar pra cá. Digo-lhe que um dos motivos pelo qual voltei pra cá foi porque eu senti muita faltqa dos seus comentários que me ajudam a ser cada dia melhor. Agora, estou de volta e espero ler bastante textos bons seus que nem esse. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  15. Fico super feliz por você sentir minha falta. Saiba que ter um coração tão bom quanto o seu me faz ter esperança nessa vida ainda. Se, pelo menos, 0,01% das pessoas fossem como você, o mundo estaria bem melhor.

    ResponderExcluir
  16. Olá Dan,

    O passado sempre serve de espelho retrovisor.
    Eu espero teu sorriso, moço. Em letras. Que eu o encontre aqui. Não deixa nunca de se derramar nelas.

    Um beijo é teu, daqui.

    ResponderExcluir
  17. Muito bom amigo, como sempre nos dando um pouco mais da mostra de sua veia poética.
    Apenas e simplesmente todos nós somos um pouco poetas e por isso sobrevivemos as tempestades interiores.
    Parabéns,garoto e adoro o teu espaço.
    Abraços e uma Ótima semana.

    ResponderExcluir
  18. Já tive esta alegria tbm um dia.


    Parabéns, belissimo.


    Um beijo

    ResponderExcluir
  19. Ah que saudades desse cantinho, é quase um lar. Gosto muito da forma simples com que escreves! Adoro o seu blog, beijos no coração.

    ResponderExcluir
  20. Dan,
    O que posso lhe dizer?
    E é bem assim que ficamos em meio a algo que não entendemos.
    Mas tudo que machuca ou faz feliz vem de momentos.
    O tempo é um amigo que nos da colo e nos acalma.
    Melhor remédio? Se analisar bem , sim.
    Agora vá ser feliz menino.

    Beijo.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  21. Dan,

    Um lindo poema e uma maravilhosa forma de reflexão. Obrigada amigo!


    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  22. Bárbaro o que você escreveu, Daniel.
    Reflexivo, sim... completamente. A meu ponto de visto, uma pessoa que é capaz de sustentar estas palavras, atingiu um patamar de maturidade valioso. Não que deva permanecer o tempo todo lá, (hehe) mas sabe dos próprios desafios enfrentados.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  23. Ainnn que lindo
    Dan!

    Mais uma vez ,
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  24. Olá Daniel!

    Obrigada por entrar em meu blog e comentar. Irei atualizar agora no fim de semana, os únicos dias que tenho tempo por agora.

    Muito bom mesmo este seu pensamento. E as palavras caíram muito bem. Você poderia ter sido áspero, pois trata de algo que talvez deixam mágoas... Mas não, soube colocar uma certa sensibilidade e deixou um assunto marcante em algo bom: parece que amadurecemos com as cruzes e decepções e por isso torna-se algo bom de se pensar.

    Até mais ver!

    Beijo,
    Évelyn

    ResponderExcluir
  25. Graças a Deus estamos vinculados ao livre arbítrio!
    Obrigada por tanto carinho,tenha uma semana feliz,com paz saúde e amor,boas energias!
    bjs,
    Mari

    ResponderExcluir
  26. Seus textos, como sempre, muito bons. Me traz uma certa paz vir aqui e ver a objetividade que você mantém com as palavras. Isso, mais tarde, se diz a respeito de tudo o que você pensa e tudo o que você faz. É incrivel como você consegue colocar as palavras de uma forma tão harmoniosa e tão fácil de se entender. Maravilhosos seus textos! Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  27. Que post M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!


    Tá de parabéns!

    bjinhos!

    ResponderExcluir
  28. Dani, tudo bem?

    Bom ,este texto diz muito do que quero desabafar..aliás, pedirei sua autorização pra tb expor ele em meu blog, claro com sua autoria..mas não agora...pq ele ainda está como inédito no seu...e tb porque eu ainda não me alegro por não ter mais alguém..mas assim que me alegrar..com a sua permissão gostaria de gritar, pra todo mundo ouvir, estas palavras que vc postou aqui...

    Um grande abraço tá, e parabéns pela sua inteligencia em escrever emoções.

    Dand ^^

    ResponderExcluir
  29. Adorei...

    beijo e uma bela noite...
    Andréya..

    ResponderExcluir